segunda-feira, 20 de julho de 2015

Sobre o SAT

  2 comments    
categories: ,

Oi, gente! Hoje vim falar de um dos tópicos que foi assunto de um dos primeiros posts do blog, em que eu falei sobre estudar no exterior. Sim, fui em frente com a ideia! haha E um dos primeiros passos para tentar ser aceito, é fazer os testes, o SAT ou o ACT. No meu caso, optei pelo SAT por nenhuma razão, foi uma escolha aleatória mesmo.

Pois bem, o primeiro passo foi fazer a inscrição no site do College Board. Caso forem fazer, não deixem de olhar a data limite para se inscrever, e eu sugiro que façam o mais cedo possível, pois as vagas esgotam. Ou seja, para mim, o melhor seria ter feito a prova em maio, em São Paulo. Mas esperei muito tempo para fazer a inscrição, e quando fui fazer, todas as escolas em São Paulo já estavam cheias, e eu teria que fazer em Brasília, ou no Rio (optei por fazer na data seguinte, no dia 6 de Junho.).

Tenham em mente que a taxa para fazer a inscrição não é barata, então não façam apenas como um teste, ou algo do tipo. É bom investir, pra não gastar dinheiro atoa. Eu comprei o SAT Study Guide, e acho que foi muito bom, pois nele você pode fazer provas antigas, e eles explicam direitinho como funciona a nota e cada seção da prova.

Mas, afinal, como foi? Olha, achei a prova de nível médio. Nada super difícil, mas não muito fácil. O que complica mesmo é o tempo. Gente, tinha seção que eram 20 questões em 20 minutos. No total, foram 170 questões, mais uma redação, em 3 horas e 45 minutos. Faz o ENEM parecer super fácil, né? haha Se não fosse por isso, acho que seria bem mais fácil.



O modelo da prova é bem diferente do ENEM, aliás. Cada seção é cronometrada, e você não pode começar outra seção até que o tempo acabe para a anterior. Temos uns três intervalos pequenos para lanche, e a prova toda é feita a lápis. Uma coisa que achei boa em todo esse acompanhamento da prova, foi que eles fizeram passo a passo do gabarito com a gente. E como sou neurótica em errar coisas no gabarito, foi ótimo haha Ah, e todo mundo só fala inglês. A instruções, a prova, os professores, tudo em inglês.

O resultado saiu dia 30 do mesmo mês (sim, muito rápido). Meu total foi de 1600 em 2400, o que é a média dos americanos, mas impossível para entrar nas escolas mais concorridas, como Princeton e UPenn. Ainda assim, não custa tentar, não é? Assim que passar o ENEM (que é meu foco principal no momento.) vou fazer o TOEFL, e começar a correr atrás dos outros documentos, como histórico escolar, cartas de recomendação e redações.

Não sei se vocês tem interesse nesse tipo de coisa, mas pra mim é bom fazer esses posts, pois me ajudam a lembrar de tudo que tenho que fazer. E caso alguém tenha interesse, bom, espero que ajude!

Beijos, Jú

2 comentários:

  1. Julia, eu estou no processo de tentativa de entrar em uma faculdade americana também e tenho algumas duvidas sobre o SAT, você poderia me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lari! Desculpe a demora pra responder, mas quase não tenho entrado no blog! Não sou muito especialista, mas posso tentar te ajudar, sim! Quais são as suas dúvidas? Bjs!

      Excluir