quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Animais Fantásticos e Onde Habitam

  No comments    
categories: ,

Não sei se vocês entendem a minha alegria de poder fazer esse post. Alguns já devem saber por posts anteriores, mas eu sou apaixonada Harry Potter. Essa série é, sem dúvida alguma, a minha favorita, e acho que vai ser pra sempre, independente de qualquer outra coisa que eu leia. Digo isso não só por ser, obviamente, uma história incrível, perfeita, com personagens maravilhosos e valores lindos. Acredito que cada fã de Harry Potter tem seus próprios motivos para amar tanto assim esses livros e esse universo. Pra mim é bem simples: foi Harry Potter que me fez descobrir meu amor pela leitura, pela escrita, pelas palavras. E, sendo isso uma grande parte de mim, posso dizer que eu não seria eu sem esses livros.

Ok. Acho que agora talvez vocês possam começar a entender minha alegria de estar escrevendo esse post. Poder voltar ao universo criado pela J.K. Rowling é algo tão, mas tão maravilhoso e emocionante. Vou tentar ser coerente nessa resenha. Então, vamos lá!


Animais Fantásticos e Onde Habitam conta, pela primeira vez, a história de Newt Scamander, um magizoologista que chega à Nova Iorque. É tão incrível pensar como J.K Rowling criou esse universo tão cheio de detalhes que ela pensou nas particularidades do governo, das crenças e expressões de um mundo mágico diferente do inglês. Acho que esse é um dos grandes aspectos incríveis do filme: mesmo para os grandes fãs de Harry Potter, é uma surpresa. É realmente uma nova história, só que com aquele toque maravilhoso de J.K. Rowling que só ela consegue fazer.


Pela primeira vez também temos um personagem principal no-maj (o trouxa dos EUA), Jacob Kowalski. Ele é arrastado para esse universo por Newt que, aliás, é bem descuidado com a questão de manter o segredo dos bruxos. O sonho de Kowalski é abrir uma padaria, e é ele que traz o tom de humor e descoberta do filme. As outras duas personagens principais do filme são as irmãs Tina e Queenie Goldstein. Nem sei o que falar dessas duas! Adoro como J.K. sempre traz mulheres fortes e independentes, mas sem ser clichê. Por fim, temos Newt. Me apaixonei absurdamente por esse personagem inglês e, mais importante, lufano. Sou lufana com muuito orgulho já há muito tempo, mas ter essa representação maravilhosa em um filme é realmente incrível. Ele é o perfeito exemplo de alguém da lufa-lufa. Dá pra ver que estou tendo dificuldades de colocar em palavras o meu amor por essa história? Acho que quando nos apaixonamos por algo é tão difícil explicar o porquê, né?

Bom, como vilões temos alguns introduzidos nesse primeiro filme, mas o principal é Grindewald. Se você leu Harry Potter, deve se lembrar dele. Estou muito animada pra ver o desenvolvimento dessa história que a gente conhece tão pouco, ainda mais que envolve o Dumbledore. Claro, houve toda a polêmica com relação à participação do Johnny Depp no filme. Estou pensando em fazer um post só comentando essa polêmica, pois acho bem complicada.


Com relação ao enredo, tenho que continuar dizendo que amei. Achei que esses filmes são bem mais sombrios que os de Harry Potter. Os vilões parecem mais humanos o que, pra mim, é bem mais assustador. Há alguns aspectos políticos interessantes também. Como sempre, tudo se encaixa e é muito real.

Agora, sobre os animais fantásticos: gente, eles são realmente fantásticos. Mal posso esperar pra ver o que mais Newt está guardando naquela maleta,


A única coisa que eu realmente tenho que dizer é: assistam. Juro que não vão se arrepender!
Beijos,

0 comentários:

Postar um comentário